quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

2014: génio e divindade

Imagem daqui: http://www.streetartnews.net/
Há beleza no caos, na criatividade que emana. Somos um pedacinho confusos, um bocadinho emaranhados, mas criamos como génios que se esquecem de que o são. Ou deuses com Alzheimer. Por vezes autorizamo-nos a deixar-nos levar pela corrente da nossa natureza e produzimos instantâneos do que somos. Que este ano seja um simples mergulho no nosso génio e divindade.
Enviar um comentário